Forum Fechado de RPG Saint Seiya. Só para convidados.
 
InícioCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Capítulo 16 - Partita. A Segunda Reflexão - 1ª parte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Sunao De Corvo
Cavaleiro de Prata
Cavaleiro de Prata
avatar

Mensagens : 9
Data de inscrição : 10/09/2015

MensagemAssunto: Capítulo 16 - Partita. A Segunda Reflexão - 1ª parte   Qui Dez 17, 2015 3:13 pm


"eu sou Partita.

o oráculo da extrema sabedoria.
Minhas reflexões deveriam revelar o futuro, mas devo agora resumir os ocorridos."

200 anos de um mundo devastado pela guerra.
a última guerra santa.as catástrofes ocorridas nestes séculos, podem ser visíveis
aos olhos humanos, mas esquecidos na história.
a humanidade tenta se reerguer num mundo pós apocalíptico,mas tudo o que conseguem é rastejarem-se sobre a lama e a miséria.
Esta é uma era que as divindades desapareceram. ódio e preconceito, predominam entre as castas mais baixas.comida farta é um luxo apenas para a alta classe, que se mantém ativamente com alianças políticas, ou com nome e tradições.
durante os grandes conflitos, vários deuses se ergueram por incontáveis motivos,que deixarei de lado por hora, mas agora, vamos retratar o papel da raça humana,e do planeta em si nesta guerra.
com certeza a terra e a humanidade são um grande e valioso espólio de guerra.
vontade,livre arbítrio,capacidade de fazer o impossível, capacidade de romper limites.
o deus que controlar estes bravos soldados, poderá vislumbrar a liderança suprema,em mundo novo.
No entanto, nesta nova época, em que deuses profanos reerguem-se numa última tentativa é a mesma época em que nascem os cavaleiros da esperança.que mesmo em menor número,nunca desistiram e venceram grandes guerras de mãos nuas e coragem afiada.
A história até agora!

O mundo,embora tivesse seus problemas,seguia em paz de maneira moderada.
nas semanas que antecederam os acontecimentos atuais,foram marcados pelo renascer dos cavaleiros da esperança
um a um foram terminando os treinamentos, sendo aceitos por suas armaduras e dirigindo-se ao santuário.
alguns lá mesmo como manda a tradição, e outros como Fan de virgem,recebendo um chamado da própria deusa após vislumbrar o outro mundo.
Tão logo reuniram-se no santuário,62 dos 88 cavaleiros de Athena, o mundo vislumbra uma nova ameaça.
Há 5 anos o Grande mestre vislumbrou a primeira evidência de uma nova guerra santa. a sombra de um escaravelho. assim como o cavaleiro de gêmeos já havia alertado o grande mestre sobre o despertar de Poseidon.desta forma,enviou Tsukuyomi, Vide e Barks para observar as atitudes da familia Solo.
O Cavaleiro de Lira,foi o primeiro a enfrentar tal ameaça,ao embarcar num transtlantico para acompanhar Alexis - um proeminente empresário do ramo marítimo - neste momento ocorreu um ataque.Sekhmeth,a fúria de Rá personificada, apareceu com uma mensagem de guerra contra athena respondida prontamente pelo cavaleiro de lira e de forma precipitada.uma vez que o cavaleiro atacou de maneira imprudente,a guerreira ardeu em fúria atacando tudo o que se movia destruindo a embarcação e matando todos que estivessem á sua frente. ato do qual enfuereceu a mensageira e causou não apenas o naufrágio da embarcação como a morte de 1500 pessoas. incluindo Barks o cavaleiro de urso que se sacrificou para conter a fúria da Neteru.


O panteão de Deuses esquecidos decidiu interceder entre os humanos,como Anya posteriormente compreendeu em seus estudos, primeiro selecionariam dentre os humanos os que mereceriam partir com eles a um novo mundo, e depois limpariam este mundo despejando a fúria sobre eles.para isso transformariam o sol numa gigante vermelha.

em outra parte, syrius de peixes,

e Arelcha ,depararam-se com um escaravelho 4 vezes maior que o normal,retornando ao santuário para uma audiência,ao mesmo tempo em que se iniciaria a Reunião dourada.
Lá,Anya finalmente chegou a conclusão sobre o ataque e receberam notícias da primeira baixa de guerra: Barks de Urso.
entre todos os tramites referente a inevitável guerra,surge o cavaleiro de fênix, relatando ter enfrentado adversários que rivalizariam com sua força.
o grande mestre então decidiu enviar uma força pequena e poderosa para rechaçar a investida dos deuses egípcios.
mais tarde Fá de virgem decidiu trazer para seu grupo o cavaleiro de lira, impedindo assim que Heike aplicasse-lhe a pesada punição que lhe seria imposta.
já na descida das doze casas, kaná,temendo entre outras coisas que outro impasse ocorresse no santuário, decide transferir o cavaleiro de corvo a seus cuidados. sobre a atenção desconfiada de Fá,acompanhados de syrius, encontram, o cavaleiro de touro,que parecia aborrecido por não fazer parte do grupo de investida,e usando como desculpa a atitude de Fan, decide lhe fazer perguntas referente a Tsukyomi, acompanhando o grupo até a entrada no grande coliseu.

neste ponto todos os regimentos já haviam sido distribuidos, quando Mafdeth, investe contra os vilarejos adjacentes ao santuário.

Kríssimos a amazona de flecha avisa a anya sobre o ocorrido a batalha se estende de fora pelos vilarejos até a casa de áries onde Luna a amazona de ouro contém 5 dos invasores
enquanto isso o corvo conseguia uma informação importante para o cavaleiro de gêmeos:


Sunao De Corvo>
- peço minhas sinceras desculpas senhor - ele se curvou - mas vi uma ótima oportunidade de colher mais informações sobre nossos inimigos,todavia não tive tempo hábil em avisar-lhes sobre o que descobri.



esta esfera é conhecida como "olho de Hórus" ela tem sido responsável por muitos dos desvios de personalidades que vem ocorrendo. no entanto esta é um pífia réplica com uma parcela de cosmo embutido. No entanto,quando colocada sobre um soldado morto, é possível "ver" os vislumbres que ele teve antes da morte.

- Segundo uma lenda, o olho esquerdo de Hórus simbolizava a Lua e o direito, o Sol. Durante uma luta, o deus Seth arrancou o olho esquerdo de Hórus, o qual foi substituído por este amuleto, que não lhe dava visão total, colocando então também uma serpente sobre sua cabeça. Depois da sua recuperação, Horus pôde organizar novos combates que o levaram à vitória decisiva sobre Seth.



Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
 
Capítulo 16 - Partita. A Segunda Reflexão - 1ª parte
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» [Recrutamento] Seeking Online - Capítulo 1: Aurora e Pecado
» Bleach - Shinigami Saga - Capítulo 1 (Tópico de jogo)
» Capítulo 2 - Uma Noite na Taverna
» [Apresentação] Singela Dualidade - Capítulo I
» Capítulo 1: Caminhos Cruzados

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
SAINT SEIYA AROUSE :: SANTUÁRIO :: Relógio de Fogo :: Templo de Athena-
Ir para: